terça-feira, 20 de julho de 2010

Jogos pedagógicos


Experiência com as crianças do Núcleo Adélia Moreira-CURUMIM
JOGOS COMO RECURSO PEDAGÓGICO NO PROCESSO DE
ENSINO-APRENDIZAGEM DE OPERAÇÕES FUNDAMENTAIS E ALFABETIZAÇÃO.
Jogos na Matemática:
Segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais [Brasil, 1998] “os jogos constituem uma forma interessante de propor problemas, pois permitem que estes sejam apresentados de modo atrativo e favorecem a criatividade na elaboração de estratégias de resolução e busca de soluções”. Assim, exercem a função de despertar o prazer pelo aprender Matemática, reforçando positivamente o processo de ensino-aprendizagem, uma vez que estão presentes culturalmente no cotidiano do aluno.
Utilizar a metodologia de jogos permite facilitar a socialização e a inclusão, visto que os alunos, ao buscar alternativas para vencer, aliam-se entre si formando laços de amizade e cooperação, deixando o ambiente de aprendizagem mais agradável e produtivo, professor e alunos tornam-se parceiros em busca de um só objetivo. O ato de jogar ainda permite a discussão, a experimentação e o estudo de conceitos de modo espontâneo. Desse modo, o erro já não se torna tão marcante e negativo para o aluno, pois este o encara como algo natural no decorrer da busca pela solução. Nesse processo, o aluno utiliza-se de estratégias próprias baseadas naquilo que já domina ou está aprendendo ainda. Torna-se então, o construtor do seu próprio conhecimento, envolve todo seu saber e, este não sendo suficiente, se interessa por aprender mais, a fim de se tornar o vencedor.
Jogos na alfabetização:
A alfabetização é um processo, e nesse processo, a criança necessita de atividades significativas e prazerosas, que propiciem desafios para que as crianças sintam-se estimuladas a construírem seus conhecimentos. Entretanto, para que a construção do conhecimento na criança seja significativa para ela, não podemos eliminar a bagagem social sobre a leitura e a escrita que a criança carrega consigo.
Nesse contexto da alfabetização, o brincar deve estar presente, pois é brincando que as crianças aprendem. Além disso quando utilizamos materiais de sucatas, jogos e atividades lúdicas, as crianças sentem-se estimuladas a construírem seus conhecimentos de uma forma significativa para elas.
Quanto mais variados os matérias utilizados na construção do conhecimento mais facilidade a criança terá em se alfabetizar.
Os jogos Pedagógicos são uma ferramenta a mais para o processo de ensino aprendizagem que vem auxiliar o educador na sua ação pedagógica.
Criei o jogo da trilha com regrinhas como:
-“Que feio! Falou palavrão. Vai ficar de castigo! Fique 1 vez sem jogar.”
-”Desobedeceu o professor. Isso é muito feio! Volte 1 casa e reflita.”
-Parabéns!!! Você caprichou na atividade que o professor aplicou. Continue brilhando assim, agora avance 2 casas.
O objetivo foi desenvolver regrinhas para melhorar a disciplina na sala, melhorar também o relacionamento de respeito e amizade, tendo que trabalhar regrinhas diariamente então optei desenvolvê-las de maneira lúdica, de modo diferente, ou seja, em vez de criar somente um mural com regrinhas, optei então em desempenhar os dois, um exposto para o dia-a-dia e o outro a ser desenvolvido brincando.
O jogo da trilha que desenvolvo com as crianças trabalha as relações de números, com leitura e escrita. Nas partidas elas têm que seguir e voltar na trilha, enfrentar punições quando param em determinadas casas.
Os participantes jogam dado e avançam casas de acordo com o número. Quando a turma for de faixa etária maior pode ser jogado com os dois dados e avançar conforme a soma dos números. Cada casa trazem textos conforme o tema a ser desempenhado. Vence quem completar o percurso primeiro.

Jonathan Cruz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário